Bull Terrier

O Bull Terrier é um cachorro que não costuma ter saúde frágil, ele quase não adoece.

Área de origem: Inglaterra

Família: Terrier, Mastiff (bull)

Função original:
Cão de briga

Tamanho médio do macho:
53 a 55 cm | 24 a 29 kg

Tamanho médio da fêmea:
53 a 55 cm | 20 a 24kg

  • Energia80%

  • Gosto por brincadeiras100%

  • Amizade com outros cães30%

  • Amizade com outros estranhos60%

  • Amizade com outros animais60%

  • Necessidade de exercícios60%

  • Apego ao dono60%

  • Facilidade de treinamento30%

  • Guarda100%

  • Cuidados com a Higiene do Cão40%

ORIGEM

O país de origem do Bull Terrier é a Inglaterra, seu primeiro ancestral era o chamado Bull and Terrier, uma mistura do antigo Bulldog com o Terrier. Essa mistura foi feita para que surgisse um cão forte para participar das lutas entre touros e cães, um grande entretenimento na Europa do século XIX. O Bull and Terrier surgiu em 1835. Pouco tempo depois, as lutas de touro e cão foram proibidas, e os donos passaram a fazer as lutas entre cães. O Bull Terrier conhecido hoje é uma mistura do Bull and Terrier com o White English Terrier e o Dálmata, feito em 1860 pelo inglês James Hinks. O primeiro exemplar da raça era totalmente branco, e por isso chamou atenção das pessoas que passaram a reproduzi-lo com frequência. Com o passar do tempo, ele se tornou um cão de companhia, preferido pelos homens. Para deixar de ser totalmente branco foi feito um cruzamento com o Staffordshire Bull, por volta de 1900, e o resultado foi aceito como uma variedade da raça.

CARACTERISTICAS

Entre as características físicas do Bull Terrier estão o formato de sua cabeça e rosto como mais marcante, pois são ovais, diferentes de qualquer outra raça. Seus olhos são triangulares, e as orelhas eretas, finas e próximas entre si. Não há um limite de altura para a raça Bull Terrier, apenas para sua versão miniatura que não pode passar dos 35,5cm. Seu porte físico pode ser descrito como musculoso, e seu maxilar é forte e bem definido. A pelagem é curta e compacta, sendo suas cores o branco; rajado escuro; avermelhado e castanho claro.

TEMPERAMENTO

O Bull Terrier é dono de um temperamento alegre, dócil, e teimoso. Devido a esta última característica, pode ser um pouco difícil ensiná-lo, é preciso paciência. Apenas a sua versão mini é considerada agressiva. São bem ativos, por isso precisam realizar exercícios diariamente.

DOENÇAS

Cães de raça como o Bull Terrier podem desenvolver doenças hereditárias, ou características da raça, além das enfermidades comuns que podem acometer os cachorros. As principais doenças do Bull Terrier são a surdez, luxação de patela, problemas renais, cardíacos e problemas de pele. Os problemas de pele são os mais comuns, uma vez que ela é sensível nesta raça. Os diagnósticos destas e outras doenças devem ser feitos apenas por um profissional, que indicará as melhores formas de tratamento. Quando o cão recebe atenção do dono fica mais fácil perceber alguns sinais clínicos, pois alterações de comportamento podem indicar o início de uma doença. Os tratamentos preventivos neste caso começam na hora da adoção, onde se deve checar o histórico familiar do cachorro, assim ficando ciente de possíveis doenças hereditárias. As visitas ao veterinário devem ser regulares, e as vacinações devem estar em dia.

CUIDADOS ESPECIAIS

Os cuidados especiais do Bull Terrier são principalmente em relação às atividades físicas. Esta é uma raça que possui bastante energia, e precisa extravasá-la por isso os exercícios físicos precisam ser diários, além de estímulos mentais, como o simples ato de jogar uma bolinha e fazê-lo buscar. Quando um cão não usa sua energia e fica muito tempo parado, pode se sentir frustrado e se tornar agressivo. Esta é uma raça que precisa de donos ativos, e que tenham tempo para dar atenção e os cuidados de que ele precisa. De preferência, devem morar em casas com quintal, caso seja criado em apartamentos, o passeio diário é obrigatório. Por ter um pelo curto, os cuidados são mínimos, com pouca escovação e banhos mensais.