Chihuahua

Os Chihuahuas são cães de pequeno porte, considerados, inclusive, os menores do mundo.

Área de origem: América Central

Família: Techichi

Função original:
Cão de companhia

Tamanho médio do macho:
15 a 20 cm

Tamanho médio da fêmea:
10 a 15 cm

  • Energia100%

  • Gosto por brincadeiras50%

  • Amizade com outros cães30%

  • Amizade com outros estranhos30%

  • Amizade com outros animais70%

  • Necessidade de exercícios20%

  • Apego ao dono60%

  • Facilidade de treinamento60%

  • Guarda100%

  • Cuidados com a Higiene do Cão20%

ORIGEM

A origem do Chihuahua possui algumas controvérsias, pois tem duas versões. A primeira é que sua origem seja dada na China sendo levado para a América por comerciantes espanhóis, onde cruzou com raças nativas muito pequenas. A segunda e mais reconhecida é de que ele surgiu na América central, descendente do nativo Techichi, um cão pequeno e mudo, que era. às vezes, sacrificado em rituais religiosos Toltecas. Todas as famílias Astecas tinham um cachorro, que era sacrificado e cremado juntamente com cada membro falecido na família. Assim, quando se cruza as duas histórias, os Chihuahuas se tornam uma mistura do Techichi nativo que foi cruzado provavelmente com os cães chineses minúsculos e sem pêlos, mas a data em que isso aconteceu é incerta. Por isso seu país de origem oficial é o México. Em 1850, foram encontrados três cães minúsculos em Chihuahua, no México. Alguns foram levados para os Estados Unidos, mas ganharam pouca atenção. É uma das raças mais populares das Américas hoje, e considerado o único com raiz totalmente americana.

CARACTERISTICAS

As características físicas do Chihuahua começam pelo seu pequeno porte, sua altura média é de 10 a 15cm. Existem duas variedades de Chihuahua, uma com pelos curtos e outra com pêlos longos. Outras características do Chihuahua são as orelhas apontadas para cima, e suas cores são branco, preto, castanho e combinações das cores. O peso deles varia de 500 gramas a 3 quilos.

TEMPERAMENTO

O cão da raça Chihuahua é considerado um dos mais queridos do estilo toy, ganhando inúmeros donos ao redor do mundo. O temperamento do Chihuahua pode ser descrito como protetor, atrevido, corajoso e temperamental. São inteligentes além de muito espertos, se apegam facilmente aos donos, e podem se tornar ciumentos. São dóceis, a menos que sejam provocados, por isso não é um cão recomendado para quem tem crianças em casa.

DOENÇAS

Em cães de raça, prestar atenção às doenças que podem contrair é uma das formas de se prevenir. As principais doenças do Chihuahua são: Hidrocefalia, Glaucoma, Deficiência no fator 8 de coagulação, Distrofia da córnea e Colapso da Traquéia. Ou seja, as principais doenças ligadas a esta raça são em relação a seus olhos. Os tratamentos preventivos podem começar observando o histórico familiar antes de adotar um, e começando os cuidados desde cedo. Alguns dos sinais clínicos podem ser observados primeiro pelos donos, por isso é importante estar sempre atento ao seu animal de estimação. Os diagnósticos podem ser feitos apenas por um profissional veterinário e quando se tem um animal de estimação, as visitas regulares ao veterinário são primordiais, assim como estar com as vacinas em dia. Eles podem ser acometidos com gripes frequentemente.

CUIDADOS ESPECIAIS

Alguns cuidados especiais são exigidos para a raça Chihuahua. São mínimos mas já melhoram sua qualidade de vida e podem ajudá-lo a se manter saudável. Por ter um porte bem pequeno, eles precisam ser tratados com delicadeza, a coleira, por exemplo, precisa ser a do tipo peitoral, isso ajuda a prevenir um colapso da traquéia ou do palato mole. A alimentação deve ser feita de duas a três vezes por dia. Este é um cão que necessita de atenção e carinho do seu dono. Seu pelo é curto e ele deve ser escovado ao menos uma vez por mês com uma escova macia. Os Chihuahuas do tipo pelo longo devem ser escovados duas vezes por semana ou mais. O banho deve ser mensal, tomando cuidado para não entrar água em seus ouvidos. Desde pequeno, ele deve ser socializado com outras pessoas e cachorros. Os passeios diários não podem ser esquecidos, eles gostam de se exercitar e têm muita disposição.